Robôs sexuais: Quando a tecnologia está a serviço do prazer

Imagem: Site EBC

Aplicativos de relacionamento? Que nada! Conheça a nova tecnologia que vai simplificar a vida de quem está em busca de um parceiro ou uma parceira. Os chamados “Sexbots” ou “Robôs Sexuais” são produtos eletrônicos fabricados para parecerem cópias fiéis de seres humanos e consequentemente, satisfazer seus donos sexualmente.

Feitos com pele sintética, material utilizado para dar um acabamento mais natural possível, a inovação possui traços físicos fiéis a de uma pessoa real, e apresenta faces que se movimentam de modo a simular expressões de forma fidedigna. Junto às reações, os robôs apresentam órgãos sexuais femininos e masculinos similares ao dos seres humanos, e ainda contam com uma vantagem: podem ser produzidos de acordo com o gosto do cliente.

A realidade é tanta que não bastou apenas simular os trejeitos básicos dos seres humanos. Os Sexbots são capazes de simular sinais vitais, como batimentos cardíacos, quando são tocados. No caso das versões femininas, as bonecas ainda conseguem simular um orgasmo, e podem apresentar sinais de desaprovação, como dormir, caso se sintam entediadas durante o contato íntimo.

Com um sistema de última geração, os bonecos contam com uma conectividade sem fio, como Wi-Fi e Bluetooth. Por meio de uma dessas conexões, é possível fazer tarefas on line. Com inteligência artificial, alguns robôs ainda conseguem dar respostas lógicas à perguntas, e tendem a apreender informações a partir da convivência com seus donos.

Segundo a “Realbotix”, empresa responsável pela fabricação do modelo “Harmony”, a boneca é capaz de lembrar informações como data de nascimento, nome dos familiares de seu proprietário e  quais as posições sexuais favoritas do mesmo.Este modelo inclusive é revolucionário por ser um dos primeiro a ter inteligência artificial e estar disponível no mercado. O uso dela vai além da questão sexual, já que é capaz de conversar, trocar ideiais e aprender, Harmony pode se tornar uma companheira para o proprietário.

Mas nem tudo são flores. Cientistas estão preocupados com o uso desse robôs sexuais. Há questões éticas como, por exemplo, o fato de ser possível produzir equipamentos que sejam semelhantes a crianças, a criação de bordéis eletrônicos, a possibilidade de aumentar o isolamento social das pessoas e os riscos com do uso da inteligência artificial, que permite ao robô aprender novas formas de interação, inclusive práticas que são perigosas ou inadequadas. Assim, um sexbot poderia desejar matar seu proprietário se entender que é abusado.

Para os interessados tanto na companhia, como nos atributos sexuais que a boneca pode vir a oferecer, o valor ainda não é muito acessível. Segundo pesquisas realizadas pelo Ciência Digital, os preços podem chegar a 20 mil dólares, o equivalente a 60 mil reais. É, agora só resta decidir qual opção é mais viável para achar aquele parceiro ou parceira, não é mesmo? Por via das dúvidas, é melhor ficar com o aplicativo de relacionamento.  

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*